Combate à violência contra o idoso é tema de palestra no CCI São José
Compartilhe

Uma atividade educativa foi realizada com atendidos do CCI Ilse Ferraz, no bairro São José. Uma palestra ocorrida na tarde de segunda-feira (17/06) abordou questões relativas ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa (15 de junho), servindo como alerta para a garantia da integridade e dos direitos das pessoas da melhor idade em Palmital. O evento foi promovido pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura, com parceria do Fundo Social de Solidariedade e do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.

 

A palestra teve a presença da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, acompanhada da secretária de Assistência Social Vanessa Nogueira Côco e da presidente do Conselho do Idoso, Araci Modanezi. O evento, com o tema “Conscientização da violência contra a pessoa idosa”, foi ministrado pela irmã Elisabete Cabral Longo, da Congregação Missionárias de Ação Paroquial, entidade responsável pela administração do Asilo São Vicente de Paulo, em Palmital.

Irmã Bete falou sobre a data comemorativa, cujo objetivo é chamar a atenção da população contra as práticas violentas contra os idosos, além de orientar para que os atendidos pelo projeto do Fundo Social de Palmital possam conhecer as suas vulnerabilidades em algumas situações. A religiosa fez alerta para que os idosos possam identificar momentos em que estão submetidos à violência verbal, física, sexual e psicológica, que pode ter impacto negativo na qualidade de vida e até levar à depressão.

 

A freira destacou os cuidados a serem tomados com os idosos para que eles tenham garantidos os direitos previstos na lei, bem como condições de dignidade e de qualidade de vida. Ela citou também as transformações pelas quais a pessoa passa com o envelhecimento e enfatizou a autoestima como fator fundamental para uma boa velhice, além de orientar os participantes do projeto e adotar postura de cooperação com cuidadores e familiares, evitando conflitos desnecessários e o desgaste das relações interpessoais.

A religiosa concluiu com uma mensagem de otimismo e esperança aos idosos, incentivando-os a adotar uma postura mais participativa e interativa junto à família, aos amigos e à sociedade. Assim, afirmou a freira, evitam a situação de isolamento e abandono, desfrutando de uma vida mais feliz e plena de relações construtivas. O evento foi encerrado em confraternização com café-da-tarde e a entrega de mimos aos participantes.  

Compartilhe

Deixe uma resposta