Laura Rodrigues não se conforma com o desaparecimento da neta Cailany Rodrigues Satomi, de 16 anos. Nesta sexta-feira (12/04) ela desabafou na sua página do facebook: “Cailany, cadê você? Aonde está,filha amada? Hoje está fazendo um mês que ela desapareceu e até agora nada de notícias! Meu Deus, eu imploro que se alguém souber do paradeiro, por favor, avisa a polícia ou entre em contato com a família. Eu te amo filha, volta pra casa menina, não me deixa assim, eu estou desesperada. Que Deus tenha misericórdia de nós”.

 

A mulher, que foi a responsável pela criação da adolescente, diz que não tem ideia do que possa ter acontecido à menina, mas considera que o tempo está passando e nada se resolve. Cailany e seu companheior Paulo Alves de Souza, o “Paulão”, de 57 anos, desapareceram no mesmo dia, de forma bastante misteriosa. Segundo a mãe da jovem, Deizelu Rodrigues, eles passaram a morar juntos quatro meses do sumiço.

Polícia Civil de Assis está investigando desaparecimento do casal

 

O que mais desespera os parentes é que no mesmo dia do desaparecimento, a casa onde os dois moram, na rua Aparecido Lourenço, 130, Parque Universitário, em Assis, foi encontrada aberta, com o ventilador ligado, e o celular da garota sobre a cama. A filha de Paulo, Ana Paula Bertoluci Pereira da Silva, de 29 anos, registrou Boletim de Ocorrência, bem como a mãe de Cailany.

 

Poucos dias depois do casal ter desaparecido, o carro dele foi encontrado “depenado”, na Água da Pinga, zona rural de Assis. Qualquer informação deve ser passada às polícias Civil (197) ou Militar (190). Também estão disponíveis os telefones dos familiares: (18) 98812-4691, (18) 99604-1776 e (18) 99716-4544.

Carro de Paulo foi encontrado dias após o desaparecimento

Fonte: Abordagem Notícias

Leia também no JC Online

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia