Homem de 33 anos é executado com tiros e facada quando saía de casa em Assis

Por volta das 8h30 desta sexta-feira (17/01) Vitor Viana Alves Teodoro, de 33 anos, foi executado ao lado de sua casa na Vila Glória, em Assis. Ele saia de carro da garagem sua residência, na rua General Carneiro, 548 – ao lado do Posto Vitória, e, quando fechava o portão, foi surpreendido por três homens armados e encapuzados que chegaram atirando. Ele conseguiu correr para a residência ao lado, gritando por socorro.

 

Seu vizinho Luís Baptista deixava a casa para pegar o caminhão no posto de combustíveis, quando Vitor invadiu o imóvel, gritando para que lhe salvasse a vida. Seguido pelos criminosos, ele para o corredor que dá acesso ao quintal. Aos fundos, quando subia uma escada na tentativa de escapar, foi morto com vários tiros e teve uma faca cravada no pescoço.

No momento da execução, a família Baptista (esposa, sogros, filha, genro e netos) estava na casa, incluindo três crianças. O horror tomou conta de todos com a invasão dos criminosos, e, por muita sorte, ninguém foi atingido por um dos tantos tiros. Nas paredes da casa ficaram marcas de alguns projéteis, mostrando o tamanho da violência.

 

O local foi isolado, e, por volta das 11 horas, o corpo ainda permanecia aos fundos da casa. Equipes das polícias Militar, Civil e Cientifica rapidamente se deslocaram à cena do crime e a isolaram. Segundo apurado pela reportagem, Vitor já esteve preso por tráfico de drogas. Ele era casado e deixa um filho.

 

O delegado de Polícia Civil, Marcelo Armstrong Nunes é quem está à frente da ocorrência. As autorias do homicídio ainda são desconhecidas.

Fonte: Abordagem Notícias

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia