Imprudência de motoristas é principal causa de acidentes com mortes nas estradas paulistas durante feriado prolongado
Compartilhe

Com menos carros circulando durante a quarentena provocada pelo coronavírus, o número de acidentes e mortos caiu nas rodovias paulistas. De março a julho, foram 62,6 mil acidentes, queda de 21% em relação ao mesmo período do ano passado.

Mais de 1,9 mil pessoas perderam a vida em acidentes nas rodovias paulistas, queda de 16%. Os acidentes desse feriadão de 7 de setembro mostraram a imprudência dos motoristas ao volante.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) diz que o motorista imprudente não coloca só a vida dele em risco, mas também a de outras pessoas que estão nas rodovias. Por isso, a recomendação da corporação é tomar todo o cuidado quando o motorista pegar a estrada.

“Não faça nenhum movimento que atente contra sua vida e a vida das demais pessoas que não têm nada a ver com a maneira que nós conduzimos o nosso veículo”, disse Guilherme Fabrício, representante da PRF.

Na Rodovia Mogi-Bertioga, o motociclista perdeu o controle e ele e o carona caíram na vegetação ao lado da pista. Logo atrás dele vinha um carro e o motorista reduziu a velocidade. A motocicleta que vinha atrás bate e o motociclista e o garupa caem no asfalto. Motoristas dos dois lados param para ajudar.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Uma das pessoas que estavam na moto teve ferimentos leves.

Neste sábado (5), um flagrante da irresponsabilidade ao volante. O motorista de um carro atropelou dois ciclistas na Rodovia Castello Branco, na região de Barueri. O motorista fugiu do local sem prestar socorro, mas foi localizado em sua casa, com o carro danificado. Segundo a polícia ele estava alcoolizado.

Motorista atropela e mata dois ciclistas na Castello Branco

Motorista atropela e mata dois ciclistas na Castello Branco

Na saída do feriadão, na sexta-feira (4), um grave acidente interditou a rodovia Anchieta, no sentido Litoral, na região de São Bernardo do Campo. Um carro ficou esmagado entre duas carretas. Duas pessoas morreram, entre elas uma criança de 3 anos.

O motorista que provocou o acidente disse que viu os veículos parados na pista e, quando tentou frear, foi empurrado por uma terceira carreta. Na hora, o nevoeiro cobria as pistas. As pessoas que estavam no carro ficaram presas nas ferragens.

Segundo a polícia, o motorista que dirigia a carreta, que causou o acidente, só tinha carteira de habilitação para dirigir carros pequenos.

Pouco depois desse acidente, na pista contrária, outra carreta espremeu um carro contra a mureta.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta