Mulher deficiente se diz abusada pelo padrasto
Compartilhe

Uma mulher, de 38 anos, denunciou na noite de terça-feira (28) o seu padrasto, de 62 anos, de abusar sexualmente de sua irmã, uma mulher de 30 anos, que é deficiente intelectual e tem dificuldades de se expressar.

A vítima é moradora de Limeira (SP) e reside com o padrasto. Já a irmã mais velha mora em Cordeirópolis (SP) e foi procurada na terça-feira pela mais nova, por isso veio até a casa da família e levou a irmã até o Hospital Santa Casa para exames médicos.

No hospital, a Polícia Militar foi acionada para registrar a denúncia. A mulher responsável pela irmã afirmou aos policiais que quando adolescente também teria sido vítima de abusos, mas nunca fez denúncias ou contou a alguém as ocorrências. Ela relatou os atos libidinosos que o homem teria submetido a irmã na madrugada de terça.

Ela informou ainda que quando compareceu à residência para buscar a irmã deficiente, o homem já tinha sido avisado que a moça denunciou o abuso e deixou o local. O caso será encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) para ser investigado.

Compartilhe

Deixe uma resposta