Mulher diz ter vendido a virgindade a deputado por R$ 6,6 milhões

Uma britânica de 24 anos, que se identifica apenas como Lia, afirmou ter vendido a sua virgindade a um deputado do Reino Unido pelo equivalente a R$ 6,6 milhões.

 

Lia usou o serviço da agência de prostituição alemã Cinderella Escorts. Segundo o relato dela, o político do Partido Conservador, na faixa dos 50 anos, antecipou uma “mesada” mensal de R$ 90 mil por dois meses, antes de o fechamento do “negócio”, a título de adiantamento, contou reportagem do “Daily Mail”.

 

A britânica deverá viajar a um país onde a prostituição seja legalizada. Em vídeo, Lia afirmou que o leilão significou a sua “emancipação”. Ela pretende investir parte do dinheiro em um curso de mestrado.

 

No início deste ano, a Cinderella informou que um político do Japão tinha arrematado em leilão a virgindade da modelo Mahbuba Mammadzada, do Azerbaijão.

Fonte: Extra

Leia também no JC Online

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia