Compartilhe

A pandemia do coronavírus em Palmital apresenta um cenário alarmante neste início de 2022, com a confirmação de um grande número de casos pela Secretaria de Saúde da Prefeitura.  

Conforme dados da municipalidade, houve a superação do recorde diário de pacientes confirmados e a constatação do aumento de 300% na média diária de infectados em relação ao mesmo período do ano passado.

O Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura nesta segunda-feira (17/01) mostra dados impressionantes que comprovam a ampla disseminação da doença em Palmital.

Foram confirmados 218 novos casos, que representam um volume 83,19% maior que o recorde anterior, de 119, que havia sido atingido na última sexta-feira (14/01).

O número é 275,86% superior aos 58 confirmados em 10 de maio de 2021, maior quantidade verificada durante o ano passado, no período em que Palmital vivia o pior momento da pandemia até o momento.

Na época, o município também tinha o sistema hospitalar saturado com a ala Covid da Santa Casa lotada, incluindo pacientes entubados e doentes em estado grave nas UTIs de hospitais da região.

Além do recorde de casos em um dia, o último boletim mostrou o expressivo número de 585 pessoas em isolamento domiciliar para recuperação, podendo transmitir a doença. Há ainda 245 pacientes em situação suspeita que aguardam resultados dos exames para confirmar ou descartar a infeção pela Covid.

Apesar do grande número de contaminados, não há nenhum paciente com problemas respiratórios que tenha necessitado de internação em enfermaria ou UTI.

De acordo com dados da Prefeitura, dos resultados recebidos nesta segunda-feira (17/01), apenas 25 pessoas apresentaram resultado negativo para os testes da Covid.

Conforme o Boletim Epidemiológico, Palmital atingiu os 3.960 pacientes contaminados desde o início da pandemia. No total, a doença causou 77 mortes de pessoas residentes no município.

COMPARATIVO – Levantamento feito pela Prefeitura apontou que, nos primeiros 14 dias de janeiro de 2021, havia uma média de 9 novos casos de Covid por dia, totalizando 129. Nas duas primeiras semanas de 2022, conforme a administração municipal, a média saltou para 37 casos, um aumento de 311,11%, totalizando 524 casos.

Porém, mesmo com o volume de casos muito maior, há uma pequena incidência de pacientes com quadros graves de problemas respiratórios, mostrando a efetividade da vacina contra o coronavírus. Na primeira quinzena de 2021, foram registradas 23 internações e 3 óbitos, quando havia apenas 2% dos palmitalenses imunizados. Agora, quando o índice de pessoas maiores de 12 anos com as duas doses supera os 90%, foram apenas 2 internações e um óbito.

Compartilhe

Deixe um comentário