Polícia identifica suspeitos de furtar duas igrejas católicas em menos de uma semana

Suspeito de furtar Santuário de Nossa Senhora Aparecida foi identificado — Foto: Polícia Civil

Crimes vitimaram o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Marcondes, e a Paróquia de Santa Rita de Cássia, no Jardim Aviação, entre os dias 29 de setembro e 5 de outubro.

A Polícia Civil identificou os suspeitos de autoria da sequência de furtos ocorridos em um intervalo de menos de uma semana em duas paróquias da Igreja Católica em Presidente Prudente (SP).

Os primeiros crimes ocorreram no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Marcondes, nos dias 29 de setembro e 2 de outubro, quando um homem pegou aproximadamente R$ 1 mil do dinheiro de doações de oferta e dízimo feitas pelos fiéis católicos à igreja. As investigações realizadas pela Central de Polícia Judiciária (CPJ) identificaram que o suspeito é um homem, de 58 anos.

Já o outro furto ocorreu no dia 5 de outubro, na Paróquia de Santa Rita de Cássia, no Jardim Aviação, ocasião em que uma pessoa aproveitou que a igreja estava com as portas abertas para a celebração do Cerco de Jericó, permaneceu entre os fiéis e, dissimuladamente, pegou uma mesa de som. As investigações levaram à identificação do suspeito, de 43 anos, na sexta-feira (6).

Os trabalhos policiais ainda continuam na tentativa de localizar a mesa de som e recuperar o valor furtados.

De acordo com o delegado Matheus Nagano da Silva, responsável pelas investigações, embora os furtos tenham ocorrido em duas igrejas católicas, as ações criminosas não têm ligação e os suspeitos envolvidos não estão vinculados entre si.

Ele ressaltou ao g1 que o caso do Santuário de Nossa Senhora Aparecida teve o agravante do arrombamento da urna onde ficava o dízimo doado pelos fiéis à igreja.

Suspeito de furtar Paróquia de Santa Rita de Cássia foi identificado — Foto: Polícia Civil

Suspeito de furtar Paróquia de Santa Rita de Cássia foi identificado — Foto: Polícia Civil

Após a conclusão das investigações, os respectivos inquéritos policiais serão encaminhados ao Poder Judiciário.

Como não existe mais a situação flagrancial, os dois suspeitos responderão em liberdade pelos crimes de furto, no caso da Paróquia de Santa Rita de Cássia, e furto qualificado, em relação ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida.

Fonte: g1

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

destaques da edição impressa

colunistas

Cláudio Pissolito

QUAL O MELHOR PRESENTE PARA PALMITAL NO ANIVERSÁRIO DE 103 ANOS?

Esta votação foi encerrada (since 6 meses).

VOTE NA ENQUETE ABAIXO - ESCOLHA APENAS UMA OPÇÃO

Melhoria na Saúde
35.06%
Melhoria na Segurança
14.34%
Melhoria no Horto Florestal
13.15%
Melhoria do Povo
11.95%
Melhoria na Educação
8.76%
Melhoria nas Estradas Rurais
6.77%
Melhoria na Arborização
3.98%
Melhoria na habitação
3.98%
Melhoria na Assistência Social
1.99%

Foto do Leitor

Envie sua Imagem de fato positivo ou negativo

HORÁRIOS DE ÔNIBUS

Clique na Imagem e Acesse os Horários

TV JC

Temas

Don`t copy text!

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.