“O recadastramento desmitificou a crença de que cerca de 70% da população são eleitores…”

 

O grande número de eleitores que tiveram seus títulos cancelados devido à falta de recadastramento pelo sistema de biometria não representa apenas a atualização do cadastro e mais segurança na identificação dos votantes, mas também revela a movimentação de pessoas entre as cidades e, principalmente, a sensível diminuição no interesse em exercer o direito ao voto. Os porcentuais de títulos cancelados em cada cidade, em comparação ao número de eleitores até então cadastrados, também fornecem informações, ou algumas pistas bastante interessantes, sobre a eficiência da burocracia estatal.

O elevado número de pessoas já falecidas, muitas delas há várias décadas, mas que só agora tiveram seus títulos eleitorais cancelados, mostra a ineficiência da comunicação entre os diversos órgãos públicos, como os cartórios de registro civil que, entre outras atribuições, registra as certidões de óbitos e nem sempre informam outras instituições. Essa deficiência que aparece em grande escala em não comunicar os cartórios eleitorais pode indicar a mesma falha na suspensão de benefícios previdenciários, por exemplo, assim como compromete os estudos estatísticos de órgãos especializados sobre a relação entre o número de habitantes e de eleitores.

O recadastramento desmitificou a crença de que mais de 70% da população são eleitores, pois na maioria das cidades onde os trabalhos foram concluídos houve redução acentuada do índice. Outra constatação interessante é que grande parte das pessoas com mais de 70 anos, não mais obrigados a votar, simplesmente não se deram ao trabalho de renovar os documentos pelo novo sistema, enquanto muitos que vivem em cidades diferentes do domicílio eleitoral não se interessaram em fazer deslocamentos para o recadastramento, mesmo diante de muita publicidade feita pela Justiça Eleitoral.

Nos municípios da Comarca, o que se constata é um porcentual maior de cancelamentos em Palmital, não só em números absolutos, mas também em proporção à população, indicando acentuado êxodo de eleitores que não se interessaram em se recadastrar ou que irão proceder a mudança do domicílio com a regularização em outra cidade. A que apresentou índice menor de cancelamentos foi Ibirarema, enquanto Platina e Campos Novos Paulista ficaram na média. Portanto, o desinteresse pelos mais velhos em continuar votando e os muitos eleitores que tiveram seus títulos cancelados são revelações e recados importantes aos políticos e à política.

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia