Thiago Briganó recebe o prêmio Prefeito Empreendedor pela quarta vez

Troféu Mário Covas foi entregue em evento do Sebrae em São Paulo; município foi um dos vencedores na categoria “Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios”

 

 

O prefeito Thiago Briganó foi homenageado na noite de terça-feira no Memorial da América Latina, em São Paulo, quando recebeu o prêmio Prefeito Empreendedor – Mário Covas, concedido pelo Sebrae/SP. A outorga tem como objetivo valorizar as administrações que trabalham pelo empreendedorismo e o desenvolvimento dos pequenos negócios. O chefe do Executivo ibiraremense participou do evento entre 62 premiados escolhidos em mais de 130 inscritos na edição 2017/2019 do projeto.

Thiago foi agraciado como um dos vencedores da categoria “Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios”, que valoriza projetos que fomentam os pequenos empreendimentos locais de qualquer natureza por intermédio da regulamentação e implementação efetiva de políticas públicas baseadas na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. Esta foi a quarta vez que o prefeito de Ibirarema recebeu o reconhecimento do Sebrae, que também premiou outras iniciativas de diversas prefeituras do Estado. Ibirarema foi a única cidade do Vale Paranapanema representada no evento

Thiago comemorou o resultado enfatizando o trabalho desenvolvido por sua administração, que garantiu o reconhecimento do Sebrae. Entre várias iniciativas no setor, o prefeito destacou os projetos voltados ao fomento dos pequenos negócios, incluindo o incentivo aos empreendedores locais, a criação da Feira da Lua e os programas de estágio no serviço público e a Frente de Trabalho, programas que proporcionam geração de renda e a formalização dos negócios que garantem mais segurança e aumenta a confiança do empreendedor e também das pessoas atendidas.

Thiago se disse orgulhoso pelo reconhecimento da entidade do grupo “S”, que tem os serviços e a promoção social e humana como prioridades. “Fico muito satisfeito pela homenagem recebida, principalmente porque a motivo é muito nobre, devido ao atendimento e a atenção oferecida aos pequenos empreendedores e aos trabalhadores, justamente as classes menos atendidas pelo poder público”, enfatizou. 

Leia também no JC Online

Compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Não Permitido Cópia