Vídeo mostra momento em que assaltante leva carro com bebê de 1 ano dentro
Compartilhe

Um vídeo mostra o momento em que um homem furta um carro com um bebê dentro, em Porto Feliz (SP), no domingo (26/07). O suspeito foi preso com o veículo horas depois de deixar a criança sozinha em uma praça.

 

Segundo apurado pela TV TEM, a mãe tinha descido do carro e foi comprar um chocolate enquanto esperava por parentes dela. Nas imagens do circuito de segurança, cedidas por um comércio, é possível ver o momento em que a mãe estaciona.

 

Para a polícia, a mulher contou que não travou o veículo e deixou a chave no banco. A filha de um ano de idade estava na cadeirinha no banco de trás.

 

Na sequência, a mãe entra na loja enquanto o homem de blusa vermelha se aproxima do veículo, entra e vai embora levando o carro com a criança. Quando a mulher sai e não vê o automóvel, entra em desespero.

 

“Quando a moça veio comprar um chocolate nem vimos que ela estava com um carro ou com criança, depois ela saiu daqui e começou a gritar”, disse a caixa Camila Terto.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher disse que parou na frente da casa de parentes e aguardava a sogra descer com o filho mais velho.

 

CLIQUE AQUI E CONFIRA O VÍDEO

 

O homem que furtou o veículo disse à polícia que quando percebeu que a criança estava no carro deixou a bebê na Praça Duque de Caxias, em frente ao prédio da Guarda Civil Municipal.

 

Depois de deixar a bebê no ponto de ônibus, de acordo com o boletim de ocorrência, o homem seguiu até um posto de combustíveis e abordou uma mulher para um programa sexual.

 

Os dois percorriam as ruas do bairro e moradores reconheceram o veículo furtado. Foi quando o homem perdeu o controle da direção e bateu em outro carro.

 

A mulher que estava com o ladrão foi solta e vai ser testemunha do caso. Ela disse à polícia que não sabia do furto do veículo. Com o homem a policia apreendeu cerca de R$ 1 mil.

 

“A orientação da polícia é que a mãe nunca deixe a criança em um veículo, mesmo que seja por alguns segundos”, informou o delegado André Bonan.

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta