Decreto obriga uso de máscaras em locais públicos e altera regras para comércios essenciais
Compartilhe

A prefeitura de Bauru (SP) publicou um novo decreto nesta quarta-feira (22) prorrogando a quarentena na cidade até o dia 10 de maio.

O documento também tornou obrigatório o uso de máscaras em locais públicos, alterou as regras de funcionamento de comércios considerados essenciais e anunciou que vai retomar o período letivo das escolas municipais com o oferecimento de atividades pedagógicas à distância, a partir desta quinta-feira (23).

 

Comércio

A partir do novo decreto, lojas de suplementos alimentares, insumos e equipamentos agrícolas, químicos e veterinários, estacionamentos e locadoras de veículos podem abrir. Além disso, os postos de combustíveis podem voltar a oferecer alimentação aos caminhoneiros de forma individual.

Os demais estabelecimentos podem vender produtos somente através do telefone, internet e outros meios não presenciais. É autorizada somente a retirada de produtos na loja, sem entrar no local, e a entrega em domicílio.

O fechamento do comércio divide opiniões em Bauru. Na quarta-feira, o Sindicato do Comércio Varejista de Bauru e Região publicou uma nota defendendo a reabertura das lojas nesta quinta.

Na nota, o presidente do sindicato informou que não tem como determinar que as empresas abram ou não porque estarão sujeitas à multas, mas que o Sincomércio dará assistência jurídica gratuita e universal a todos que forem multados.

Para garantir que o decreto seja cumprido, funcionários da prefeitura e a Polícia Militar estão fiscalizando o comércio de Bauru nesta quinta.

 

Máscaras

O decreto também determina o uso das máscaras em locais públicos de Bauru, o que inclui todos os estabelecimentos comerciais, de prestação de serviços e industriais, edifícios públicos e transporte coletivo. Na rua, a utilização das máscaras é uma recomendação.

 

Fonte: G1

Compartilhe

Deixe uma resposta