Fundo Social e Prefeitura entregam kits da Campanha do Agasalho em Sussuí
Compartilhe

A Campanha do Agasalho 2020 iniciou nesta semana a distribuição de donativos, que atendeu aos moradores do Distrito de Sussuí. A iniciativa é desenvolvida pelo Fundo Social de Solidariedade de Palmital, com a parceria da Secretaria de Assistência Social da Prefeitura, tendo o objetivo de incentivar a população a fazer doações de cobertores, roupas e calçados para o atendimento à população de baixa renda durante o período do inverno.

 

A arrecadação das peças foi realizada na semana passada e os 100 primeiros kits de agasalhos, sendo 50 masculinos e 50 femininos, foram entregues na manhã de quarta-feira (27/05) na praça da capela de São Roque, em Sussuí. O evento contou com a presença da primeira-dama e presidente do Fundo Social Fátima Ronqui, acompanhada do prefeito José Roberto Ronqui e da secretária de Assistência Social Vanessa Nogueira Côco.

 

Além dos agasalhos, o Fundo Social fez a entrega de máscaras de proteção respiratória e realizou orientações para que os beneficiários as utilizem para prevenir o coronavírus. Junto com os kits também foram incluídos avisos de que as peças foram separadas e mantidas em isolamento para prevenir o covid-19. Porém, há a recomendação para a lavagem das roupas antes do uso para garantir maior proteção.

Fatima Ronqui enfatizou a importância da campanha que resultou na arrecadação de grande volume de agasalhos, roupas e calçados, mesmo num período em que é necessário o extremo cuidado da população para conter a proliferação do coronavírus. A primeira-dama também agradeceu às pessoas que contribuíram com a ação solidária para amenizar o sofrimento de muitas pessoas no período do inverno.

Devido à pandemia, o Fundo Social e a Secretaria de Assistência Social manterão o esquema de kits para a entrega domiciliar nos próximos dias. Segundo Vanessa Côco, as famílias beneficiadas em Sussuí foram mapeadas no mês passado, a partir de critérios de maior vulnerabilidade e menor renda que foram apurados no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico). Para a zona urbana, informou, será adotada a mesma sistemática para atender verdadeiramente aos mais necessitados.

Compartilhe

Deixe uma resposta