Microempreendedores têm vencimento do imposto adiado em Marília
Compartilhe

A Prefeitura de Marília, por meio da secretaria municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, adiou o vencimento da guia mensal de recolhimento de imposto obrigatório (DAS) do microempreendedor individual, referente aos meses de abril, maio e junho. Desse modo, os valores deverão ser pagos nos meses de outubro, novembro e dezembro.

 

De acordo com o secretário municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Nelson Mora, o DAS é um imposto mensal pago pelos microempreendedores e é distribuído entre os governos Federal e Municipal. “Do valor pago pelo microempreendedor, 95% são do governo Federal e 5% ficam para a prefeitura”, disse o secretário.

 

Nelson Mora destaca que, apesar da suspensão do atendimento presencial no Ganha Tempo, assim como outros atendimentos têm sido feitos através do telefone fixo ou WhatsApp, a sala do empreendedor, que funciona no próprio Ganha Tempo, segue o mesmo protocolo de outros atendimentos.

 

“A Sala do Empreendedor (Sebrae), que fica no prédio do Ganha Tempo, também está funcionando em horário reduzido por causa da pandemia do coronavírus. Estamos atendendo entre 8h e 14h, apenas por telefone (14) 3401-2460, ou então pelo WhatsApp (14) 99807-7197, em que o atendimento é feito exclusivamente por mensagem”, afirmou Mora.

 

De acordo com o responsável pela Sala do Empreendedor, Jose Luís Firmino, a maior demanda está na emissão de notas fiscais. “O empreendedor que tem dificuldade para emissão da nota fiscal entra em contato conosco. Nós emitimos a nota e enviamos por e-mail ou pelo WhatsApp, mas estamos aqui para atender o empreendedor no que ele precisar para melhor gerir sua empresa,” explicou.

 

O chefe do executivo, Daniel Alonso ressaltou que entre as ações para o combate à Covid-19, a prefeitura está sempre procurando melhorar o atendimento de todos que necessitem de órgãos do município. “Nós estamos sempre avaliando novas formas de melhor atender nossa população, entre eles claro, os microempreendedores, buscando evitar aglomerações que possam contribuir para a disseminação do coronavírus”, declarou.

Fonte: G1

Compartilhe