Compartilhe

Faz uns três anos que fiz uma reivindicação aqui nesta coluna. Quando eu era criança meu pai tinha um empório de secos e molhados, agregado a uma espaçosa casa pra lá da linha. Mas os vizinhos diziam que morávamos pra cá da linha. Os fregueses diziam que compravam no nosso empório  porque era mais barato do que pra lá da linha. Percebam que como criança não dava pra entender aquilo. De que lado era o pra lá da linha e o pra cá da linha? Já faz um tempão que sai da minha terra e até hoje ninguém explica onde fica o Pra lá da linha e o Pra cá da linha. Em ambos os lados, se dizem morar Pra cá da Linha. Já é tempo de se tomar alguma providência para dirimir a dúvida, através de uma legislação que defina onde fica o pra lá da linha e o pra cá da linha. A questão é de fundamental importância para a lei do zoneamento urbano. As latitudes são as mesmas, porém o perímetro urbano continua dividido.

Em criança, morei nos dois lados. Pra lá da linha e Pra cá da linha. Mas não me perguntem onde fica o Pra lá da linha e o Pra cá da linha porque eu não saberia responder. Entenderam? Nem eu. Um dia mudamos de residência e fomos morar Pra lá da Linha. Esclareço que o Pra lá da Linha era apenas uma referência geográfica a partir do Pra cá da Linha de onde saímos. Entenderam? Espero que tenham entendido. Nosso novo endereço era mesmo Pra cá da Linha. Só que o dono do caminhão que fez a mudança disse ao ajudante que ia Pra lá da linha. Ninguém entendeu? Eu também não. Não importa. Mudamos Pra lá da linha. Os novos vizinhos felizes festejaram “Finalmente vocês vieram Pra cá da linha”! Mas os antigos vizinhos que deixamos Pra lá da linha avisavam que os Garcias tinham mudado Pra lá da linha. Entenderam? Eu também não.

Objetivo desta crônica é propor à Câmara Municipal que aprove um projeto para definir onde é o Pra Cá da Linha e o Pra Lá da Linha. Sem dúvida será sancionada pelo Executivo. Como subsídio, esclareço que a linha do trem divide igualmente o perímetro urbano em Assis, Cândido Mota, Ourinhos e outras cidades menos votadas, mas em nenhuma delas existe o Pra lá da linha nem o Pra cá da linha.

Compartilhe

Deixe uma resposta